Quem sou eu

Minha foto
O autor desse Blog é estressado, ranzinza, sarcástico, mal amado, egocêntrico, pervertido, preguiçoso, boca suja e teimoso. O lado bom? Ele nunca mudará.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Um objetivo

Bom.

Sei nem por onde começar, após tantos dias afastado daqui. Acho que o melhor é iniciar com um pedido de desculpas. Aliás, dois pedidos.

O primeiro é por eu ter apagado o último post que eu havia feito, mesmo contendo comentários (por tanto realmente peço desculpas a quem gastou seu tempo comentando em um post que posteriormente seria retirado).

O segundo pedido é simplesmente por tê-lo escrito.

Sim.

Eu não tenho o direito de transformar um blog que tem uma temática fixa (ainda que confusa) em um diário ambulante retratando meus problemas. Eu sei que não é para isso que vocês visitam esse singelo espaço. Vocês vêem aqui para rir, para se revoltar, para apoiar as besteiras que eu escrevo (convencido, sim, eu sei!) ou para discordar. E só.

Para os que tem a curiosidade de saber o porque do meu sumiço repentino, vou ser breve.
Eu sou o tipo de pessoa que passa séculos sem ter problemas aparentes, brinco, sorrio, gargalho, pago micos, faço besteiras e tudo que qualquer pessoa normal faz. O problema é que quando noto a existência dos reais problemas, ainda que raramente isso aconteça, é como um efeito dominó. Vem tudo de uma vez. TUDO MESMO.

É uma puta sensação horrível que nenhum ser humano deveria sentir. Pode durar horas, pode durar dias, não tem tempo certo para durar ou chegar. Todos aqueles problemas que eu costumo ignorar e fingir que não existem, vem igual a uma bola de neve e aí eu vejo que não tem pra onde correr. É quando eu perco a inspiração pra escrever, fico um pouco estressado, minha cabeça fica a mil por hora e as preocupações surgem. Pelo amor do que vocês mais acreditam, não me venham com piadinha de EMO não, se não eu respondo nos comentários, heim! Passo longe do perfil de sujeito melancólico, às vezes eu até preferiria que isso fosse melancolia, mas é algo mais complexo, não sei explicar, nunca disse que eu era normal, pra começo de conversa. Então não se espantem.

Agora que já ta explicado, vamos ao Post, certo?

Hoje eu quero falar sobre OBJETIVOS.

Sim, essas coisas que parecem contradizer o sentido da palavra destino e nos torna mais donos de nós mesmos do que o acaso. (Santa marijuana, Batman! Filosofou agora, heim)

Eu fico reparando nas pessoas hoje em dia, elas são mais cheias de planos do que as pessoas do passado. Estão sempre dizendo coisas como “Após eu me formar...” antes mesmo de entrar na faculdade. Dizem coisas como “Quando eu tiver meus filhos irei ensiná-los a...” Sem nem saber se são realmente férteis ou se viverão amanhã e por aí vai. Não, não estou criticando-as, pelo contrário. Eu mesmo sou o tipo de sujeito que já planejou bastante quando estava no segundo grau. A cada mês tinha algo novo em mente, e ria desde então, por saber que no fundo era puro fogo de palha. A questão começa a ficar séria depois que você termina os estudos e percebe que a falta de um objetivo concreto na sua vida, pode transformar você em mais uma dessas pessoas que acham que ficar “a Deus dará” vai resolver todos os seus problemas. O que me emputece ainda mais, é ver matérias oficiais como:

 “É comprovado cientificamente que quem vive olhando para o futuro ou para o passado, se torna infeliz”.

PORRA. Querem que eu faça o quê então? Saia por aí sem rumo, fazendo pulseiras de madeira em rodoviária e mostrando dedinho de paz e amor pra todo mundo que passa, com o sovaco melado de suor e aquele fudum infernal que espanta até defunto?

Sinceramente, com o perdão (ou não) da palavra... Eu estou é pouco me fodendo para a ciência e seus conselhos, bem como seus avanços magníficos que definem se marte tem vida, água, pudim, pôneis, batmans, ou o caralho a quatro...

Certas coisas variam de pessoa em pessoa, e planejar o futuro é algo que deve ser feito de forma sensata, mas visionária, entendem? Você não pode planejar algo que vai definir provavelmente o resto da sua carreira, vida amorosa, saúde ou outra coisa de mesmo nível, sem ter realmente um bom motivo para fazer isso.  Mas também não deve permanecer em uma vida na qual você não tem o menor prazer em desfrutar, apenas pela comodidade ou o medo de arriscar. Eu vejo às vezes as pessoas aqui da minha cidade e percebo que muitas delas tem um potencial enorme, mas 90% irão apodrecer pelo resto da vida nesse lugar pela simples falta de ânimo, ou por aquele medo de mudar algo na vida deles que está correndo bem.

Percebem? Correndo... BEM!

Eu não gosto quando as coisas correm BEM! Eu quero que elas corram ÓTIMAS, porque eu melhor do que ninguém sei que o “bem” dura pouco, e de boas sensações temporárias creio que eu e metade dos brasileiros que vivem nesse inferno diário, já estão de saco cheio.

Eu mesmo tenho um objetivo recentemente traçado a partir de idéias que carrego desde pequeno, frustrações por viver em um país no qual eu não me identifico em quase nenhum aspecto e desejos de não apenas conhecer, mas vivenciar algo novo e diferente.  


...TAMBÉM me motivam a realizá-lo.

Curiosos? HÁ! Eu sei que estão. Não é nada de grandioso se comparado ao que muitos de vocês devem planejar, eu sei. Mas é algo que para o Diego Dias, vai significar mais do que qualquer breve mudança.

Uma premissa:




Sim, é algo no qual levará tempo para conseguir, ainda mais levando em conta o fato de que eu não pretendo ir com uma mão na frente e outra na bunda, e pretendo ter uma graduação no currículo, mesmo sabendo que provavelmente não me ajude muito quando chegar lá. Mas em 2012 é quase certo que eu vá apenas para visitar e ter uma visão mais sólida de como é o local, e se realmente vale a pena me esforçar pelos próximos três ou quatro anos. Para quem acha que eu sou o tipo de pessoa empolgada, acertou. Mas não sou o tipo que leva a empolgação acima da sanidade. Para falar a verdade, sou até chato, de tantos cálculos, estatísticas e levantamentos que faço por mês baseado em algo assim. Contas de impostos, probabilidades salariais (realmente baixas, para ver como sou pessimista), custos de vida, e tudo que eu posso pesquisar e me aprofundar eu procuro saber antes de transformar um objetivo em realidade.

Bom, basicamente é isso. Milagrosamente não foi um post tão grande como os anteriores, mas também foi algo totalmente aleatório, como puderam perceber. Apenas tive a vontade de compartilhar mais uma vez o que penso a respeito de algo com vocês, e obviamente eu precisava de um motivo para voltar a atualizar isso aqui e rever as postagens dos meus 50 (ainda são 50, neh?!) seguidores que devem ter achado que eu morri ou fui passar as férias na Vila Cruzeiro.

Não posso garantir que não sumirei por mais um mês, mas posso afirmar que farei o possível para não deixar isso aqui às moscas. Apenas odeio o fato de não estar com ânimo o suficiente para fazer vocês darem boas risadas, e estar postando qualquer merda.

Grande abraço, meu povo!

11 comentários:

  1. Ola mestre e ai tudo bem?

    Voce tem todo direito de excluir o post sim!
    Da sua vida ,voce que sabe!

    Tem razão. Acreditar em ciencia,pulseirinha,o caramba.voce que vive a sua vida.

    Abração.
    Depois visita meu blog :D

    ResponderExcluir
  2. Fiquei um tempão me perguntando por que você tinha excluído o post. Apesar de tudo o que você falou aí, tinha ficado ótimo =)

    Sobre seu objetivo, Canadá é um dos melhores países pra morar, um amigo meu foi e gostou muito \o/

    Você escreve muito bem, cara, parabéns =D

    ResponderExcluir
  3. aeee, ele voltou!
    cara, quando eu li aquela matéria fiquei abismada. Só nesse país de merda pra acontecer essas cosias mesmo.
    E o canadá é ótimo mesmo. Tenho um amigo que morou em Winnipeg e é louco de vontade de voltar. Mas pra mim ainda é muito perto daqui, desse lixinho.

    ResponderExcluir
  4. Muito boa a Postagem, e o Blog é muito legal, Parabéns, comentei :) e acompanhando aqui ... se puder retribuir comentando e me seguindo, eu retribuo da mesma maneira, abraços.
    Blog muito legal, parabéns

    http://musilitica.blogspot.com

    Afim de Parcerias, troca de banner e link. Recrutando membros para a equipe do Musilítica, se estiver interessado add no msn milsonobscuro@hotmail.com
    Me sigam, comentem e eu irei retribuir com a força de todos, conto com a força galera.

    ResponderExcluir
  5. Oláaaaa, eu achei estranho... achei que o post tinha sumido, pois um dia ele estava lá... no outro, não. Aí eu pensei: to ficando doida manolo oO' HAUHUAHUAHUAHU. Enfim, agora que você explicou, voltei a ser normal, ou não né. Mas espero que seu ânimo voltee logo, pq sabe... sempre gostei da frase: "não existe melhor arma que um sorriso"... tente apontar essa arma e não deixe ser destruído, ;) auhuhuashaius, ok ok, vamos falar do post x_x
    Obejtivos são mtmtmtmmtmt bons, mas sabe... concordo um titiquinho com a ciência... a questão não é pensar no passado/futuro, a questão do passado é: sempre pensamos, pelo menos na maioria das vezes, em nossas vergonhas, medos, enfim, coisas ruins do passado. E raramente lembramos da nossa felicidade, já que geralmente a tristeza é maior, he. E o problema do futuro, é que se traçamos um objetivo e não conseguimos realizá-lo, nos sentimos incapazes, e ficamos tristeees ): Pq foi um sonho, objetivo, ou qualquer coisa do tipo, que não alcançaaamos.
    Ahhh, que saudade de comentar neste blog, hahahaha. Eu também tenho um objetivo, ser escritora... geralmente riem de mim quando falo isso (menos o meu pai, valeeeeu), mas foda-se o.õ' Eu quero isso, e bom, sei lá se você riu, HAHAHAHA.
    Adorei o post, voltou com tudo, boaaa (:

    ResponderExcluir
  6. Se você ainda tiver vivo, tem um selo pra você no meu blog =D

    _____________
    Lose Yourself

    ResponderExcluir
  7. MUITO BOM ! Adorei o seu blog ! Visite o meu blog sobre poemas, e retribua o comentário ! http://leonardotk.blogspot.com/ SIGA MEU BLOG que eu sigo o seu de volta !caso queira seguir. Se puder ser poder fazer parceria :) Obrigado !
    È feliz natal e um ano novo de Paz,e Amor.

    ResponderExcluir
  8. ESTAVA COM SAUDADES DO SEU BLOG DIEGO! Desculpe-me pelo Caps lock,estava emplogada rerere
    Eu não me importo em ler blog pessoais,mesmo gostando de rir,porque lendo você descrevendo seu dias acaba sendo engraçado,pois você possui uma escrita inconfundivel,cheia de criticas e eu adoro isso!
    Nunca mude isso em sua escrita. Ops,quem sou eu pra falar o que você deve ou não escrever? kk
    Mas é isso ae,acho que entendeu o que quis dizer ne rsrs
    Abçs

    http://ladypoetisa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. po guri, tu é o cara hehe. muito divertido aqui, massa pakas teu blog. meu primeiro dia aqui, nessa onda frenetica hehe. depois da uma olhada lá, é um pouco depressivo, mas gostaria da sua opinião, fica com Deus ai. forte abraço

    ResponderExcluir
  10. Sou uma leitora fiel do seu blog... vc que sabe se deve esxcluir ou não, mas não s earrependa do que fez, momentos de desabafo são sempre bons, seus post são otimos. Bjs

    http://coposcheiosdevodkaerocknroll.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. oi, tudo bom? adorei seu blog *-* . as vezes vs se sente triste por alguma coisa? vs curte novelas mexicanas com atores qe nao falam espanhol, mas sim um portunhol muito bizarro? vs gosta de dar altas risadas de pessoas qe fazem qualquer coisa por um espaço em sua vida, ate pagerem um mico enorme? quer um pouco de diversão nos seus fds? se vs teve alguma responta 'sim', para alguma dessas perguntas eu gostaria de te fazer uma indicação. venha conferir LA PREXECA. o qe é isso? bom, vou explicar, eu e alguns amigos do teatro, estamos com um projeto, como vs pode ver no nosso blog, vamos fazer uma 'video-novela', é uma novela mexicana, qe nos mesmos estamos produzindo, sabe? mas para a novela ser realizada, a gente precisa de muita divulgação, sabe? então eu queria te pedir um favor, vejo que vs tem bons seguidores, tem como vs dar uma forcinha pra gente? se não tiver como, não tem problema, mas te ja te convido para conferir a novela, em breve postaremos noticias e os capitulos, espero que vs goste. agradeço desde já, beijos Daniela Mendonça.

    ResponderExcluir

Procurados